Se tem uma coisa que revistas, filmes, propagandas e programas de televisão nos ensinaram é que não há nada mais bonito do que um belo jardim, cheio das mais variadas plantas, decoração impecável e cores agradáveis. E essa visão lúdica e aprazível de um paraíso particular pode ser criada por um paisagista.

Uma das grandes tendências na arquitetura e na decoração é a busca por meios de se aproximar da natureza. Por isso, profissionais como os paisagistas têm sido cada dia mais requisitados. São eles que criam, planejam e executam os sonhos estéticos de quem deseja ter um belo jardim.

Não por acaso, paisagistas são considerados artistas talentosos, capazes de projetar ambientes repletos de harmonia, cores, texturas, formas e beleza. Acompanhe este post, entenda um pouco mais sobre a profissão e aprenda como escolher um bom profissional!

Quem é o paisagista?

É o profissional treinado para fazer das plantas as grandes estrelas em um ambiente ou uma decoração. É a pessoa que, além disso, consegue integrar elementos complementares à paisagem criada, como pisos, caminhos, fontes, piscinas, acessos, áreas de lazer, entre outros.

E o paisagismo, apesar de ter ganhado o gosto popular recentemente, é secular. No Brasil, ele chegou junto com a família real. Dom Pedro II foi quem solicitou e financiou projetos como dos parques de Campo de Santana, São Cristóvão e São Clemente no Rio de Janeiro.

Referência da profissão, Roberto Burle Marx encantou o mundo com a inovação de suas obras. Paisagista autodidata, ele uniu em seus projetos outros talentos como os de artista plástico, pintor, designer, arquiteto e tapeceiro. Isso lhe rendeu parcerias com arquitetos como Lúcio Costa e Oscar Niemeyer.

O que ele faz?

Muitos o chamam de artista da natureza, uma alcunha delicada e gentil, já que é o paisagista quem assume a responsabilidade de projetar lugares destinados à diversão e bem-estar como praças, parques, espaços públicos, áreas verdes de empresas, jardins de casas, locais recreativos de condomínio, entre outros.

Entre suas funções está a defesa da ecologia, os cuidados com o meio ambiente e projetos de restauração e preservação já que é exigido dele conhecimentos técnicos de arquitetura, agronomia, botânica e engenharia florestal. 

É uma profissão regulamentada?

Apesar da polêmica sobre esse assunto, já que a Organização Internacional do Trabalho reconhece o paisagismo como profissão independente, a maior preocupação é a de criar órgãos reguladores e fiscalizadores que garantam a qualidade do profissional. 

Hoje, os profissionais paisagistas são apoiados pela Associação Nacional de Paisagismo, fundada em 1995. Apesar de não haver uma formação acadêmica específica para paisagista, existem incontáveis cursos e especializações na área.

Há uma grande luta pela regulamentação e consequente valorização da profissão. Isso possibilitaria uma concorrência mais leal entre os profissionais e um fortalecimento da categoria. 

O fascínio por essa profissão tão criativa tem crescido cada dia mais já que o paisagista não deixa apenas a paisagem bela… deixa o ambiente mais agradável, o ar renovado e o espaço vivo. Quer saber mais sobre o assunto? Curta nossa página no Facebook e não perca nadinha! Aproveite para conhecer nosso site e nos seguir no Instagram!

Escreva um comentário

Share This