Os povos antigos não abriam mão de ter um espaço que possibilitasse o contato direto do homem com a natureza. E eles tinham razão. Ter um jardim é abraçar a natureza todos os dias. Por meio da contemplação, o jardim proporciona paz, harmonia e bem-estar, além de qualidade de vida.

Sem falar que, se você tiver pouco espaço, o jardim vertical é o ideal para esse abraço, mas há muitos outros. Um jardim valoriza e refresca o lugar porque funciona como umidificador natural do ambiente. Além disso, sua casa vai estar sempre atualizada quanto às questões estéticas e de decoração.

Os estilos de jardins dão o tom do lugar, proporcionando até regalias como uma alimentação mais saudável, no caso de ter a própria horta em casa, já pensou nisso? Por outro lado, que mulher não quer olhar para a própria casa e ver a sua cara nela? Um espaço agradável para receber os amigos e até reservar aqueles momentos de reflexão. 

Há uma lista enorme de estilos de jardins, um mais lindo que o outro. Aqui trazemos alguns para que você escolha o seu. Se você andava procurando algo para dar aquele tchan na decoração, sua busca acabou: faça um jardim na sua casa! Veja aqui estilos de jardins fantásticos. Sua personalidade vai fazer com que você encontre o seu e deixe a sua casa com uma vista impactante.  

Jardim clássico

Cuidadosamente desenhado, esse estilo é a retidão propriamente dita. Baseado em formas geométricas, parece que foi feito com traçados de compasso e régua. As flores ficam em segundo plano. Em primeiro estão as sebes, muito bem aparadas. As topiarias impecavelmente arredondadas figuram entre fontes e esculturas.

Jardim inglês

Diferentemente do clássico, aqui o que não se vê é simetria. É um jardim meio “bagunçado”, onde a principal característica é o extenso gramado. Arbustos, árvores e flores, sobretudo roseiras, compõem esse estilo meio romântico. As flores, naturais de ambientes frios, podem ser substituídas por margaridas, violetas, jasmins e uma infinidade de outras bem coloridas.

Jardim tropical

Como o próprio nome diz, é o estilo que lembra nossa vegetação amazônica. As plantas são gigantes, as muitas folhagens e flores lembram uma ilha paradisíaca tropical. Geralmente fica num espaço sombreado, o qual é ainda mais valorizado com uma lâmina d’água ou uma cascata.

Jardim árido ou desértico  

É o mais rústico dos jardins. É também o mais econômico em questão de rega e acessórios. Ideal para varandas e jardins de inverno. Ele conta com vegetação que lembra a caatinga brasileira. São as xerófitas, plantas que armazenam água: cactos, babosa, leguminosas e outras. O solo deve ser de pedriscos e areia para facilitar a drenagem da água. 

Jardim japonês ou oriental

É o estilo de jardim para quem não quer só beleza, flores e vegetação, mas também meditação. Esse é o mais filosófico entre os estilos de jardim. Um lugar onde as espécies têm seu valor reconhecido, pois estão sempre em destaque. Há alguns elementos que não podem faltar em um jardim como esse. Em um terreno com ondulações leves, os seixos desgastados são distribuídos em número ímpar, como manda a tradição.

A água está presente por meio de riachos, cascatas ou lagos. O bambu é a planta principal entre azaleias, camélias e outras que também compõem o jardim. E para finalizar, não se esqueça das lamparinas de pedra, indispensáveis nesse estilo.

Gostou dos estilos de jardim? Encontrou o seu? Agora que você já conhece mais estilos de jardim, é só contratar profissionais especializados para fazer o jardim dos seus sonhos. Um bom exemplo é a CP Paisagismo, que auxilia seus clientes na criação e execução de projetos paisagísticos, oferece serviço de consultoria na área e, o mais importante, manutenção após o término do projeto.

É uma empresa especialista em arquitetura de paisagens em áreas externas. Entre em contato e saiba dicas e mais benefícios de ter um jardim externo ou uma área verde dentro de casa, afinal, natureza é tudo de bom.

Escreva um comentário

Share This