Ter plantas dentro de casa é uma ótima forma de deixar o ambiente mais aconchegante e elegante, além de trazer um pouco de conexão com a natureza. No entanto, é preciso ter cuidado na hora de escolher sua planta para ter certeza de que ela se adaptará ao local.

Se você quer saber quais são as melhores plantas para ambientes internos, continue a leitura deste post!

Pleomelle

A Pleomelle, também conhecida como Canção-da-Índia, é uma planta ornamental da família das Dracenas. Ela é ideal para ambientes internos, pois gosta de meia-sombra e não se dá bem com o frio.

Essa planta é bastante chamativa por se tratar de uma miniárvore, com uma folhagem exuberante, verde e branca. A Pleomelle só requer cuidados especiais se o clima estiver seco, ou se ela ficar em um cômodo com ar-condicionado. Nesse caso, borrife água em suas folhas uma vez por semana para que elas não ressequem.

Palmeira Rhapis

A Palmeira Rhapis é uma palmeira pequena, que fica ótima quando plantada em um vaso grande e bem bonito. É possível colocá-la diretamente no chão, seja em um canto da sala ou, em pares, na entrada da casa.

Essa planta não gosta de sol, mas deve ficar em um ambiente bem iluminado. Ela é muito fácil de cuidar, pois deve ser regada a cada 15 dias — no inverno, uma vez por mês.

Palmeira Chamaedorea

A Palmeira Chamaedorea ou Palmeira Bambu é outro tipo de palmeira pequena, que fica muito bonita dentro de casa devido a suas folhagens altas e chamativas. Elas ficam ótimas em salas, em quartos de dormir e até mesmo em banheiros.

O ideal é que ela receba sol durante poucas horas no dia. A rega também é pouco frequente, mas é preciso verificar se a folhagem está ressecando e borrifar água nela em dias mais quentes.

Ficus Lyrata

A Ficus Lyrata é, na realidade, uma figueira, mas quando plantada em um vaso — e ao receber menos sol — ela se torna uma planta bem menor, que é muito apreciada no design de interiores devido ao formato incomum e delicado de suas folhas.

Essa é uma das melhores plantas para ambientes internos, visto que ela gosta de bastante luz indireta e não se dá bem com o frio. Deixe-a sempre próximas a janelas para mantê-la viçosa.

Pacová

Pacová é o nome popular da Babosa-de-Pau, uma miniárvore de folhas muito grandes e brilhantes. Deve ser mantida à sombra, pois fica facilmente queimada quando exposta ao sol. Além de mantê-la protegida do sol, basta regar uma vez por semana. Não é uma planta muito alta, por isso pode ser utilizada sobre mesas e outros móveis ou mesmo suspensa.

Zamioculca

A Zamioculca é muito utilizada no design de interiores por ter folhas abundantes, em formato arredondado, criando um efeito visual muito agradável. Acredita-se que colocar uma Zamioculca no lado direito da porta de entrada da casa atrai prosperidade.

Ela diferencia-se por ser uma planta que não gosta de luz, e só sobrevive quando colocada nos pontos mais escuros da casa. Por conta disso, deve ser regada com pouca frequência: somente quando a terra já estiver seca.

Agora que você já sabe quais são as melhores plantas para ambientes internos, que tal aprender a cuidar melhor de seu jardim? Confira nosso post!

Escreva um comentário

Share This